Paciência. Calmaria. Pensamentos ligados 24h. As horas de passarem lentamente. Lentamente da certeza do que queria. Ela finalmente aprendeu alguma coisa nessa vida. Ela de vida sofrera apuros e cicatrizes ao coração. A angústia e o passado corroíam suas entranhas. Ela sobrevivia assim mesmo. Corroída e dolorida. A dor aplaudia as alegrias. Às vezes, ao deitar sob o travesseiro, ela imitava o sorriso dele. O dele daquele olhar que brilhava diferente. Ela estava diferente. O diferente da disposição.
               Ela cantava sem querer. O querer das quedas diárias. A queda valia a pena. A pena de levantar no segundo seguinte. Ela olhava para ele. Ele para ela.
               Os sofrimentos alheios penetravam o peito dela. Intensidade. Ela era intensa. O intenso da cautela.
                Ao fitar o espelho ela indagou:
                 - O que a vida quer de mim?
                 A realidade chamou atenção:
                  - O que você quer desta vida?


20 Comentários

  1. "A queda valia a pena. A pena de levantar no segundo seguinte."
    O que quero da vida?
    Este texto me tocou, muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  2. 'O que você quer desta vida?'
    Adorei esse texto, a pergunta que realmente não quer calar. Parabéns

    ResponderExcluir
  3. "todo mundo tem essa vontade de sentir amado e ser amado."

    Ou seja, foi inútil escrever o que escrevi então? Já que é algo comum.

    Nem por ser algo tão óbvio a todo mundo deixamos de escrever o que desejamos, o sentimento que existe em nós, os sonhos que permeiam nossas vidas..

    Lemos todo dia, em todos os blogs, as mesmas coisas que passam no coração um do outro. Tudo no fundo se assemelha ao que passamos. Mas não procuramos chegar lá banalizar o que a pessoa diz, afirmando na lata: "todo mundo passa por isso mesmo..."

    O entendimento do sentimento alheio simplesmente vai por água a baixo... Se torna banal.

    Eu poderia muito bem dizer aqui sobre o teu texto: "Perguntas como o que a vida quer de nós, ou o que queremos da vida são corriqueiras. Todo mundo faz essa pergunta pra si...

    Mas acho que banalizaria o sentimento postado no que está escrito, sem procurar respeitar o que o outro de fato está sentindo por dentro...

    ResponderExcluir
  4. Ao fitar o espelho ela indagou:
    - O que a vida quer de mim?
    A realidade chamou atenção:
    - O que você quer desta vida?

    Muito bom o texto! Parabéns pelo blog :)
    Estou seguindo!

    ResponderExcluir
  5. Muito boa sua forma de escrever...
    ótimo fim de semana!
    Seguindoo.
    Beijos;

    ResponderExcluir
  6. é ótimo quando conseguimos lidar bem com as palavras e sabemos organizá-las formando um bom textomas o maravilhoso não é somente saber utilizá-las mas sim passar algo bom através delas, tocar uma pessoa através delas e causar o refletimento e quem sabe até uma mudança no leitor - para melhor, é claro.
    o seu texto me fez refletir, pensar e rever algumas coisas na minha vida, não são todos aqueles que escrevem que conseguem isso, mas você conseguiu. essa é a verdadeira beleza da escrita.
    seguindo querida *.*

    ResponderExcluir
  7. Eu quero tanta coisa da vida, o problema é que a gente faz tantos planos e parece que a vida quer outras coisas de nós e nos leva a algum lugar totalmente diferente!

    Beijos, querida!!

    ResponderExcluir
  8. Que perfeito, bastante reflexivo! O diálogo final foi ótimo, me fez pensar e repensar algumas coisas, de verdade.
    Adorei o espaço, muito lindo.
    Beijos, querida!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Meme pra você no meu blog, espero que goste!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  10. é isso mesmo a vida é o que a gente faz...

    ResponderExcluir
  11. Olá fazia um tempinho q ñ vinha no seu cantinho tão querido por mim!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Um grande questionamento que se completa, é isso, guria. Uma quer a outra: necessita.

    ResponderExcluir
  13. Amei seu blog,ja estou te seguindo bjão e boa semana flor;*

    ResponderExcluir
  14. E quem desse querer sabe? Do improvável, o desmedido destino? Nós só encontramos essas respostas depois de muito procurar e nada achar. Quando a desistência quase chega e o incerto domina. Só quando tudo desmorona, o querer chega para reconstruir.

    ResponderExcluir
  15. É uma pergunta difícil a príncipio, mas conforme você vai vivendo os momentos você descobre, o que você quer e o que você precisa ter. Beeeijo.

    ResponderExcluir
  16. Ahh...Tem um questionário pra você no meu blog.
    Passa lá quando puder.
    Beijos;

    ResponderExcluir
  17. é uma boa e certa questão. Chega uma altura em que temos que tomar decisões e fazer escolhas.*

    ResponderExcluir
  18. "Eis a questão"! rs
    Belo texto, o querer intenso nos rende belas reflexões...bjs*

    ResponderExcluir
  19. Verdade, devemos saber realmente o que queremos dessa vida que ai ela vai nos dar..

    mas é preciso manter a calma e a paciencia sempre,
    pq na maioria das vezes nem tudo é do jeito que queremos!

    bjs.

    ResponderExcluir