E tudo virou cinzas. E tudo foi jogado para o vento. De preferência para bem longe. Longe dela. O dela de lembranças amargas e dolorosas. Que com o passar do tempo libertam-se em algum deserto. Engraçado, mas de inicio o mar a afogou profundamente. Profundo de quase morrer em sufocar a garganta. Que queimava. Ela nunca fora um peixe, mas sabia nadar. No entanto, o oceano a engolfava como acontece com todos nós. Uma ou várias vezes na vida. Para deliberar. Decidir. E deliberar novamente. Para salvar-se. Em seguir em frente salva como sua decisão. E morta como as cinzas das reminicências que ,como  o vento, tomou rumo ao norte.  


10 Comentários

  1. Depois de uma onda ruim, vem sempre uma onda boa. E quando essa onda ruim leva tudo de ruim, as coisas ainda são melhores, mesmo que a gente ainda afogue. Afogar para se salvar é motivo de orgulho para nós.

    Sincero.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Como já disse o poeta:

    "é doce morrer no mar, nas ondas verdes do mar".

    Ainda mais quando essa morte, é só a morte do que um dia já fomos. Nada como morrer uma vez, e depois poder voltar a viver, com outro ponto de vista.


    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Deliberar,com ondas sufocando,esporadicamente,opções e decisões...
    Entretanto,ondas entorpecentes levam e deixam o que é necessário,e fazemos uso disso de algum modo...O fato é que aprendemos a conviver...Adorei o post
    E a frase de Clarice também,sempre incomparável!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu cantinho...
    seguindo :)

    ResponderExcluir
  5. "No entanto, o oceano a engolfava como acontece com todos nós. Uma ou várias vezes na vida. Para deliberar. Decidir. E deliberar novamente. Para salvar-se. Em seguir em frente salva como sua decisão."
    *-*

    Perfeito texto !

    ResponderExcluir
  6. lembranças são como as ondas do mar, vão e voltam, trazem e levam um pouco de nós.

    Beijão grandão.

    ResponderExcluir
  7. As cinzas existem, mas ainda queimam.

    Divino.

    ResponderExcluir
  8. Cinzas são sinais de algo que morreu (e que podem depois de algum tempo, resurgir).

    ResponderExcluir
  9. Nunca desistindo...
    Muito lindo, beijo grande!

    ResponderExcluir